A força do amor

A força do amor

 Amo-te …

E como te amo!

Amo-te com um amor imenso

Com uma paixão intensa.

Amo-te com um amor bonito

Com sabor do mais puro infinito.

Decidi dizer aquilo que me vai na alma

Não pretendo esperar por persuasões mais fortes

Por palavras mais elaboradas e brilhantes

Por momentos mais oportunos, pois

As palavras podem não aparecer

 Os momentos?… Os momentos podem não chegar.

Não pretendo perder tempo

 Para que ninguém durma os meus sonhos!

Faça como eu,

Apenas diga…

Diga o que lhe vai na alma, com um simples…

Te amo… e como te amo!

 

Marleny F. Pina

5 thoughts on “A força do amor

  1. ola Marleny,depois que você me mostrou a poema na escola, e fizeste questão de lê-lo para que eu possa apreciar esta bela poema de amor,eu vim para casa e voltei a lê-lo nem sei quanta outras vezes e pensei o que que eu vou escrever/como Fazer um comentário a altura desta poema singular…e depois de muita reflexão enviei-te esta mensagem.
    O AMOR NÃO SE DEFINE, SENTE-SE;
    O AMOR NÃO FICA PRA SER TEORIZADO, MAS SIM VIVIDO;
    E NÃO PRECISAS FICAR FORTE, NEM FAZER FORCA PARA AMAR POIS O AMOR E FORTALEZA;
    O AMOR E O MAIS SUPREMO SENTIMENTO, A RAZÃO DO NOSSO SER E EXISTIR;
    e aqui vai um conselho, AMA COMO AMA O AMOR. e continue e escrever poesias, pois, você tem talento…forca…

    • Ola Jorge Heleno…
      Em primeiro lugar, queria agardece-lo por ser um fiel seguidor deste blogue de Lingua Portuguesa. blogue este, que tem servido como um excelente meio de aprendizagem.
      Queria, tambem, dize-lo um “Muito obrigado” por ter gostado do meu poema.
      Tens razao quando dizes que “o amor nao se define, sente-se” porque embora seja uma pequena palavra a sua explicacao ou significado ultrapassa a nossa capacidade cognitiva.
      O amor e algo estranho chega quando menos se espera e se apodera da gente sem pedir licenca. ele e supremo, forte e subjectivo…ficarei por aqui porque nao sei se reparaste, estou a tentar definir, novamete, o amor
      Mais uma vez obrigado e prometo continuar a escrever poemas.

  2. Gostei do poema, Marley de Pina, a sério gostei mesmo. “Te amo e como te amo”. Ao Jorge Heleno e para te também Marley de Pina, poxa o amor é tanta coisa, mais tanta coisa e as as vezes de uma tamanha responsabilidade que não se sabe como definir mais tem definições onde posso dizer que o amor, é o nível ou grau de responsabilidade, utilidade e prazer com que lidamos com as coisas e pessoas que conhecemos. A palavra amor presta-se a múltiplos significados na língua portuguesa. Pode significar afeição, compaixão, misericórdia, ou ainda, inclinação, atração, apetite, paixão, querer bem, satisfação, conquista, desejo, libido, etc. O conceito mais popular de amor envolve, de modo geral, a formação de um vínculo emocional com alguém, ou com algum objeto que seja capaz de receber este comportamento amoroso e enviar os estímulos sensoriais e psicológicos necessários para a sua manutenção e motivação. É tido por muitos como a maior de todas as conquistas do ser. Amar também tem o sentido de gostar muito, sendo assim possível amar qualquer ser vivo ou objeto; por isso dou-te forças para continuar a escrever e a viver esse sentimento e sempre que puderes, tenta fazer registo de algo tomando como por exemplo o poema que publicasta. GOSTEI. AMAR…AMOR…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s