Nilma Dos Anjos Cardoso

Sapos fervidos ou Ossos dançantes?

E o título do livro que gostaria de partilhar com meus colegas. O autor é António Braga que é um terapeuta de família e Palestrante de Motivação.

Sapos fervidos ou Ossos dançantes? Este título despertou-me a curiosidade e na medida que fui desfolhando o livro pude entender que sapos fervidos são aquelas pessoas que no dia-a-dia se deixam levar pelo stress do trabalho, notícias ruins da vida, problemas nos relacionamentos, e tudo isto faz com que se transformem em pessoas stressadas, infelizes e magoadas. Ossos dançantes são aquelas pessoas que estão de bem com a vida ou seja estão com os ossos dançando de alegria. Isto não quer dizer que não tem problemas na vida mas escolhem reagir de forma positiva às dificuldades da vida.

Eu gostaria de partilhar uma história interessante acerca de dois homens que estavam enfermos e se encontravam internados num hospital público. Um deles de nome José tinha a cama perto da janela e todo dia descrevia ao amigo Jacob o que via lá fora. Parecia que a janela dava vista para um grande parque onde havia muitas flores, cisnes no lago, casais de namorados brincando, garotos jogando futebol e muitas outras coisas. Jacob ficava ali deitado e ouvia o amigo a descrever, apreciando os detalhes. Mas com o passar dos dias uma ideia ciumenta foi crescendo na mente de Jacob com o desejo de estar perto da janela e contemplar as maravilhas que o amigo descrevia.
Uma noite José acordou sem ar tossindo, sufocado e cada vez ficava mais pior. Jacob observou toda a cena sem se mover até que o amigo parou de respirar. No dia seguinte o corpo de José foi tirado do quarto e Jacob pediu para ficar na cama perto da janela e no mesmo instante viu para fora e pela sua surpresa viu nada mais do que um murro sujo e velho.

É basicamente esse o assunto do livro, ou seja, a nossa vida pode ser de acordo com as nossas percepções, cada pessoa a encara de sua maneira uns tem a capacidade de ver um parque de diversão, outros não, eles apenas conseguem ver um murro sujo e velho. É interessante como muitas pessoas transformam murros em jardins, enquanto outros deixam os murros apenas como murro sujo e velho.

Eu gostei de ler este livro porque compreendi que a minha felicidade depende da maneira como enxergo a minha volta ou seja só eu posso determinar o que fazer do meu futuro se é construí-lo ou extermina-lo.

O importante é sempre ter pensamento positivo, aprender a enxergar com amor coisas ou actos pequenos, concentrar apenas no lado bom da vida, o lado ruim devo encara-lo como algo passageiro e não eterno.

É um livro muito interessante e importante pois ajudou – me positivamente e decidi ignorar os sapos fervidos e escolhi ter os ossos dançando de alegria.

Postado em 09/05/13 por Jassica Fernandes
Post de leitura nº1

 

O livro que gostaria de partilhar tem como titulo Juventude Ameaçada de Carlos Trezza, que é um livro composto por histórias verídica. Este livro ressalta de uma maneira muito especial a juventude, pois a ela está exposta aos ardis mais subtis a as mais disfarçadas armadilhas do vício.

Conta a história de Roberto um rapaz de uma família abastada, os seus pais eram orgulhosos pois ele acabara de receber o diploma de mérito por ser um excelente atleta. Para comemorar os pais deram-no uma grande soma de dinheiro para viajar e usufruir das férias. Ele optou em uma cabana na praia cheia de conforto, e pôs uma condição não queria ser incomodado.

O que o Roberto não sabia era o que estava para se tornar uma grande celebração passou a ser um grande pesadelo na sua vida. Ao chegar a praia ele deparou com um ambiente estranho, pessoas que nunca tinha visto antes com aspectos diferentes roupas extravagantes o seu primeiro impulso foi de aproximar -se deles e meter logo a conversa em dia.

Durante algumas semanas os pais de Roberto receberam a noticia de que ele estava convivendo com pessoas diferentes inclusive pessoas que usam drogas, e resolveram visita-lo. Ao chegarem a cabana depararam com uma cena fora do comum, Roberto estava deitado no chão cheio de sangue com uma navalha na mão pois tinha acabado de cortar o seu próprio corpo. Foi conduzido às pressas para o hospital, e os pais receberam a notícia drástica que nunca tinham pensado em ouvir, ele estava drogado com droga LSD. Daí em diante começou a luta da família de Roberto para o livrar das drogas. .

Considero-o um livro importante porque alerta aos jovens para o perigo que todos estamos sujeitos que é a droga mas propriamente LSD visto que é uma droga que produz grandes alterações no cérebro actuando directamente sobre o sistema nervoso provocando fenómenos psíquicos como alucinações, delírios ou ate ilusões.

Como jovem pude entender que existe diversos factores que levam as pessoas a refugiar nas drogas, como no caso de Roberto são as más companhias. Devemos estar sempre alertas ao modelo de pessoas que estamos a conviver e também aos lugares que frequentamos.

É necessário estar alerta porque muitos jovens refugiam nas drogas para procurar o «céu» e por fim acabam por ir em outra direcção que é a destruição ou até a morte.

 

postado em 28/05/13, por Jassica Fernandes

post nº 2

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s