I Workshop Internacional sobre o Ensino da Língua Portuguesa, Matemática e Disciplinas afins

      A Universidade de Cabo Verde declarou o ano 2012, o ano da Língua Portuguesa e, nesse contexto, o I Workshop foi a primeira actividade realizada na Universidade, entre dias 2 a 4 do mês de Abril, com dois objectivos:

–        Refletir sobre o ensino-aprendizagem da língua portuguesa como língua segunda e seu impacto no ensino da matemática e disciplinas afins.

–        Debater sobre resultados de investigação ou da prática docente no ensino da Língua Portuguesa e da Matemática.

      No que respeita ao Português, as actividades constaram de comunicações apresentadas em duas sessões temáticas, uma mesa redonda e duas oficinas. As sessões temáticas foram as seguintes:

  • Secção/Temática I: Metodologias e Práticas em Língua Portuguesa, com 3 comunicações: Discussão de problemas teóricos e metodológicos no ensino de Língua não Materna, apresentada pela Doutora Ana Maria Martinho Carver Gale, docente da Universidade Nova de Lisboa; Motivação e Aprendizagem em Português Língua Segunda pela Mestre Mariana Faria, Leitora do Instituto Camões na Uni-CV; e, por último, Práticas de Avaliação do Ensino da Língua Portuguesa numa escola secundária de Cabo Verde: contributo para uma avaliação formativa, pela Mestre Rosa Maria Morais, docente do Liceu Domingos Ramos.
  • Secção/Temática III:O papel das línguas maternas na aprendizagem do português e da matemática com as seguintes comunicações: O lugar da língua materna no ensino/aprendizagem da L2: o caso de Cabo Verde, da autoria da Doutora Amália de Melo Lopes; Língua lugar e construção. Teorias e práticas em interacção na aula de Língua Portuguesa, da Mestre Maria de Lourdes Lima, ambas docentes da Uni-CV; e ainda uma comunicação pelo Doutor Felisberto Semedo, também docente da Uni-CV, mas do DCT: Um problema a resolver: o insucesso do Ensino Superior (o caso da Uni-CV).

     O tema da mesa redonda foi Línguas Maternas e Línguas Segundas, e nela participaram os seguintes conferencistas: Mestre Dejair Dionísio, leitor brasileiro, na nossa universidade (O ensino das literaturas africanas em língua portuguesa na diglossia  cabo-verdiana: em busca de um vocabulário comum); a Mestre Adelaide Monteiro, do Ministério da Cultura (O ensino bilingue ou o tradicional programa de ensino-aprendizagem nas escolas do país); e a docente da Uni-CV, no Mindelo, Doutora Oriana Gomes Pires (O cabo-verdiano, língua materna no processo de ensino-aprendizagem nas escolas do país).

      Quanto às duas oficinas, uma foi: Escrever e falar em Português Língua 2: das teorias às práticas possíveis, dinamizada pela Doutora Rosa Bizarro da Universidade do Porto e a segunda: Análise de materiais didácticos para o ensino do português, LNM orientada pela Doutora Ana Maria Martinho Carver Gale.

Elaborado pelo grupo 5.

Praia, 25 de Maio de 2012.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s