Aceite-me como eu sou!

Título: Aceite-me como eu sou!

Texto:  Autoria desconhecida, adaptado  e ampliado por J. Pomílio-jun/2006.

Aceite- me como eu sou!

Esta é a história real de um soldado que, finalmente voltava para casa, depois de ter lutado no Vietnã. Ele ligou para os pais em São Francisco dizendo que estava voltando para casa e que queria levar um amigo com ele se fosse possível. Os pais aceitaram de imediato, só que ao dizer que o amigo foi terrivelmente ferido em combate e perdeu um braço e uma perna, logo eles recuzaram, pois,  não queriam uma coisa dessa na casa deles e o aconcelhou a procurar um outro lugar para ele ou então que o deixasse sobriviver por conta própria.

O filho com muita raiva desligou o telefone e os seus pais nunca mais ouviu falar dele. Alguns dias depois, os pais receberam uma telefonema da polícia, informando que o filho deles havia morrido ao cair de um prédio. A polícia porém acreditava em suicídio.Os pais, angustiados voaram para a cidade onde o filho se encontrava e foram levados para o necrotério para identificar o corpo. Eles o reconheceram e, para o seu terror e espanto, descobriram algo que desconheciam:
“O FILHO DELES TINHA APENAS UM BRAÇO E UMA PERNA!”

 

 

REFLEXÃO

Os pais nessa história são como nós, achamos fácil amar aqueles que são perfeitos, bonitos, saudáveis, divertidos, mas não gostamos das pessoas que nos incomodam ou não nos fazem sentir confortáveis.

Devemos ser humildes para aceitar, sem restrições, as pessoas como elas são, mesmo que diferentes de nós.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s