Sandra B. Fernandes

Livro: o vermelho e o negro
Autor: Standalle
O vermelho e o negro, é um romance do poeta ,escritor standalle. O livro esta dividida em duas partes bem distintas.
Na primeira parte, narra a vida de julien Sorel ,um rapaz muito inteligente de família humilde que vivia sonhado, através do seu amor pela literatura clássica. Julien Sorel acaba se tornando um acólito do cura Chélan, que mais tarde lhe assegura um lugar de tutor para os filhos do prefeito de Verrières, Sr. de Rênal.
Logo que chegou a casa dos Renal ,julien apaixonou-se pela Sra. Renal, a mulher do seu patrão, ela que não negou o seu amor. o romance dos dois teve fim quando a camareira da Sra. renal descobriu o adultério e logo em seguida espalhou pela cidade e foi a vez do Sr. Renal receber uma carta anónima contando tudo. . As ordens do cura Chélan é que Sorel vá para um seminário em Besançon. O director do seminário, o abade Pirard , começa a gostar de Sorel e torna-se seu protector. Assim recomendando-o como secretário do Marquês de La Mole.
Na segunda parte narra a vida de julien em Paris na casa de família La Mole,como secretario. Sorel se encontra preso na alta sociedade de Paris, mas os amigos da família do seu empregador, notando seu talento, desprezam sua origem plebeia.
Sr. de La Mole, que gostava de Sorel, leva-o para uma reunião secreta e o envia em uma perigosa missão para a Inglaterra, onde ele retransmite a um destinatário não identificado uma carta política que ele aprendeu de cor. Sorel aprende a mensagem de forma mecânica, mas não consegue avaliar o seu significado. É na realidade parte de um lote legitimista, e o destinatário é presumivelmente um aliado do duque d’Angoulême, então no exílio, em Inglaterra. Assim, arrisca sua vida para servir a essa facção a que mais se opõe. Ele se justifica, pensando apenas em ajudar o senhor de La Mole, um homem que ele respeita. Mathilde de La Mole, filha do empregador de Sorel, ao longo dos meses anteriores, estava dividida entre o crescente interesse em Sorel por suas admiráveis qualidades pessoais e sua duvida em se envolver com um homem de sua classe. Ela seduz e rejeita Sorel duas vezes, deixando-o muito feliz e orgulhoso por ter ultrapassado seus pretendentes ricos. Durante uma missão o príncipe russo Korasov lhe propõe um plano para conquistar Mathilde. Seguindo estas instruções a um custo emocional grande, ele finge desinteresse nela e provoca seu ciúme.
Quando Sra. Renal soube do romance do Sorel ,ela foi a Paris falar ao Sr la mole que Sorel è um homen de ma carácter.
Ao saber por Mathilde da decisão posterior do Sr. de La Mole de nunca abençoar um casamento, Sorel corre para Verrières e dispara contra sua ex-amante durante a missa na igreja.
Quando Sorel descobre que não matou Sra. de Rênal, ele retorna ao seu amor por ela, que permaneceu no fundo da sua mente todo o seu tempo em Paris e sua paixão por Mademoiselle de La Mole. Ela vem visitá-lo regularmente em seus últimos dias, e morre de tristeza depois que ele é decapitado.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s