O brasileiro Soares de Luís de Magalhães. Capitulo #1

Esse capitulo dá-nos conta de uma família que desde os primórdios da emigração foram-se instalar no Brasil, na Baía precisamente.

Esta família criou uma grande fortuna por mãos do mais velho da família e a quando do envelhecimento dos representantes dessa família, mandaram chamar um sobrinho que era muito bem-educado e talentoso. Este, muito muito eufórico para viajar para o Brasil e ir ter com os tios e os primos, não hesitou em aceitar a sua saída de Portugal.

Viajou para o Brasil e tomou conta da loja onde os anciãos já tinham feito a fortuna, mas só que as condições de habitabilidade dele eram muito precárias. Dormia num quartinho que ficava debaixo das escadas, ate que um dia o tio lhe providenciou um local mais decente para se instalar. Depois de muito tempo, o tio entrara em agonia e pediu-lhe que tomasse conta de tudo já que era o mais talentoso em matéria de fazer movimentar dinheiro, como também alertou-lhe de um testamento que só poderia ser lido após o funeral que acontecera no dia seguinte a conversa.

A quando da leitura do testamento, o sobrinho muito desapontado porque a fortuna tinha sido entregue a um filho que o tio tivera na juventude e a ele, o Soares, só lhe coube duas moedas de ouro, mas que do mesmo jeito continuou a trabalhar com o mesmo ritmo para o bem-estar da família.

REFLEXÃO: neste capítulo entendi/ pude confirmar o que já tinha sabido antes que é: Nunca pôr ideia nas coisas alheias. Devemos confortar com o que temos e saber lidar com ele.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s