HISTÓRIA DE UM ÁLCOOLATRA

Sr. Miguel é um homem de 54 anos de idade, ele vive com a esposa e três filhos e trabalha como padeiro de manhã à tarde. Diz-se que é uma pessoa amiga, simpático e conversador, mas o problema do Sr. Miguel é que ele é alcoólatra.

Ele diz que é alcoólatra há 12 anos e tem esperança de se curar dessa doença, para isso, ele inscreveu-se numa associação de alcoólatras anónimos. Ele vivia na Venezuela e decidiu ir para Portugal, ali abriu uma pastelaria onde trabalhava juntamente com a mulher e os filhos, mas a pastelaria acabou por fechar porque o Sr. Miguel começou a beber de novo por achar que beber iria ajuda-lo a acalmar e a esquecer dos seus problemas. Houve dias em que ele nem se lembrava de nada. Com o passar do tempo ele encontrou trabalho como padeiro numa pastelaria no Aveiro, mas já tinha trabalhado antes em Coimbra. Hoje algumas pessoas que trabalharam com ele dizem que ele trabalhava bem e tinha muito amor no que fazia e que é pena ele ter este vício. O Sr. Miguel foi internado várias vezes e em vários lugares diferentes, mas não aguentava e fugia sempre para ir beber. Por causa do seu vício a sua família sofreu grandes mudanças, cada vez que ele bebia ficava mais violento e agressivo. Diz o seu filho que ele chegou a ameaçar a mulher com uma faca, bateu nos filhos sem que houvesse motivo, até já magoou a si mesmo varias vezes e um dos filhos diz que até já sente vergonha de andar com o seu pai e que o pai que tem hoje não é o mesmo de antes.

O que mantem a família esperançosa é o facto de ele pertencer a uma associação e aceita ser internado para fazer tratamento.

(Andreia Silva Nº06 Cristina Freire Nº07 Nicole Cipriano Nº17)

REFLEXÃO

O Álcool já destruiu muitas pessoas e famílias, o seu uso excessivo pode trazer-nos problemas na saúde, família, sociedade e pode nos levar a morte.

Antes de bebermos é importante ter em mente o efeito que o álcool pode causar em nós, mesmo que seja em pequena quantidade, porque o seu efeito depende muitas vezes do tempo e o estado em que a pessoa se encontra e ate da própria pessoa.

Muitas pessoas dizem que bebem para esquecerem dos seus problemas, mas na realidade isto não acontece, porque ela apenas adia o confronto do problema para uma outra hora, e em muitos casos só aumenta e piora a situação.

Beber um pouco é bom, mas não beber é muito melhor ainda.

Gildemar Martins Fernandes.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s